O sucateamento do Estado Brasileiro

Por Luiz Fenelon – Economista

Brasília, 16 de junho de 2016

Absurdo dos absurdos. Na maior cara de pau, o Governo Interino Golpista (quem pratica Golpe é golpista, não é?) vem propor para todo o País o crescimento zero do Estado Brasileiro.

O ministro Henrique Meirelles, com seu ar respeitável, semblante sério, mas com um quase sorriso misterioso nos lábios – confesso que percebi este sorriso – anunciou uma proposta de Emenda à Constituição Brasileira de 1988, aquela mesma que defende os direitos do cidadão. Continuar lendo “O sucateamento do Estado Brasileiro”

Mesmo interino, Temer avança no desmonte da EBC

Brasil 247 e Carta Capital

Defesa_EbcMesmo sem a legitimidade das urnas e sem ter sido nem mesmo confirmado presidente em definitivo após o processo de impeachment, que a cada que passa se consolida no imaginário nacional como golpe parlamentar para proteger políticos corruptos, Michel Temer pretende avançar no projeto de destruir a comunicação pública no Brasil. Continuar lendo “Mesmo interino, Temer avança no desmonte da EBC”

Por que o governo golpista defende a privatização?

Por Luiz Fenelon – Economista

13/06/2016

O governo golpista tem pressa em anunciar a privatização do que resta do patrimônio público brasileiro, após um mês do golpe.

Uma de suas medidas apressadas foi mudar a Lei do Pré-sal, acabando com a obrigatoriedade de participação da estatal Petrobras em 30% da exploração do petróleo em águas profundas. O que significa abrir a possibilidade para o mercado internacional concorrer igualmente com o Brasil na exploração do petróleo. Esta estratégia do governo golpista em aliança com o mercado financeiro internacional tem sido denunciada cotidianamente pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), ao afirmar que para cada R$ 1 bilhão que a empresa deixa de investir no pais, o efeito sobre o PIB é de R$ 2,5 bilhões (www.fup.org.br). Significa que defender a Petrobras é defender o povo brasileiro. Continuar lendo “Por que o governo golpista defende a privatização?”

Petroleiros fazem ato nesta terça em Brasília, em defesa do Pré-Sal e da Petrobras

 

ATO_BRASLIA_FUP_MST_03

13 de junho de 2016

Nesta terça-feira, 14, petroleiros da FUP, Aepet e FNP realizam um grande ato político em Brasília contra o PL 4567/2016, que tira da Petrobrás a garantia de ser a operadora única do Pré-Sal e de ter participação mínima de 30% nos campos licitados. A manifestação será às 14 horas, no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, numa construção conjunta com a Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás, e contará com participação de movimentos sociais e de várias outras categorias. Continuar lendo “Petroleiros fazem ato nesta terça em Brasília, em defesa do Pré-Sal e da Petrobras”

Movimentos Sociais resistem nas ruas contra o golpe de Estado

Por Genilce Gomes

Desde que se encerrou as eleições, especificamente, desde março de 2015, os diversos movimentos sociais se manifestam sobre o momento político, apontando que estava em curso um GOLPE DE ESTADO no Brasil. Este golpe, engendrado pelos capitalistas multinacionais que, diante de uma grave crise econômica mundial viram a possibilidade de acumular seus lucros surrupiando as riquezas produzidas pelo povo brasileiro, tem como artífices setores importantes do Poder Judiciário, do Ministério Público, da mídia monopolista, em especial a Rede Globo, e de políticos mergulhados em denúncias de corrupção e conspiração contra a Pátria. Continuar lendo “Movimentos Sociais resistem nas ruas contra o golpe de Estado”

O governo golpista e o ataque à educação brasileira

Por Wagner Hosokawa

RR_protesto_masp_segunda_professores_201605302050
São Paulo – Professores e estudantes de universidades estaduais protestam no vão livre do Museu de Artes de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O caráter público da educação brasileira, num país continental como o nosso, e a precária gestão pública nos municípios e estados forçaram as elites, que ocupam o Congresso Nacional, as Assembleias Legislativas e as Câmaras dos(as) Vereadores(as), a cederem conquistas como a Lei de Diretrizes de Base da Educação (LDB) e o Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado em 2014. Continuar lendo “O governo golpista e o ataque à educação brasileira”

Frente Brasil Popular divulga agenda de manifestações contra o golpe

A Frente Brasil Popular, organização que reúne entidades do movimento social, lideranças políticas e a sociedade civil organizada, divulgou o calendário nacional de mobilizações para dizer não ao governo ilegítimo Temer, que chegou ao poder de forma indireta, por meio de um golpe de estado, desrespeitando o voto e a democracia brasileira. Continuar lendo “Frente Brasil Popular divulga agenda de manifestações contra o golpe”