A irracionalidade da destruição de Lula

Por Leandro Attuch

15 de setembro de 2016 – Brasil 247

Rotulado pelo Ministério Público como “comandante máximo da propinocracia”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda ocupa um outro espaço no imaginário do povo brasileiro. Lula é, para milhões e milhões de brasileiros, o presidente que mais atenção dedicou aos mais humildes, com programas como o Fome Zero, o Bolsa-Família, o ProUni e tantos outros. Não por acaso, deixou o Palácio do Planalto com 80% de popularidade, um índice inédito de aprovação popular. Continuar lendo “A irracionalidade da destruição de Lula”

Governo Golpista institui tribunais de inquisição racial

Por Renato Francisco dos Santos Paula

No dia 2 de agosto de 2016, o Ministério do Planejamento publicou no Diário Oficial da União a Orientação Normativa nº 3, que dispõe sobre as regras de aferição da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos negros para fins do disposto na Lei nº 12.990, de 9 de junho de 2014. Continuar lendo “Governo Golpista institui tribunais de inquisição racial”

A Escola Cidadã frente à Escola Sem Partido

PauloFreire.jpg

Por Moacir Gadotti

Dia 11 de fevereiro de 1917, o filósofo italiano Antonio Gramsci, escreveu na revista La Città Futura um artigo com o título “Os indiferentes”. Ele abre o artigo com uma declaração contundente: “Viver significa tomar partido. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida”.

As palavras de Gramsci são muito atuais se considerarmos essa cultura da indiferença que está sendo pregada por movimentos como o da Escola Sem Partido, que parece estar se tornando o núcleo central da proposta educacional do governo golpista que chegou ao poder graças a uma coalizão policial-judicial e uma aliança político-midiática. Continuar lendo “A Escola Cidadã frente à Escola Sem Partido”